Bashar Al Assad: “Projeto do Ocidente na Síria fracassou”

Síria

O presidente sírio, Bashar Al-Assad, disse neste domingo (20) em um discurso em Damasco que “o projeto do Ocidente no país fracassou”. Mesmo assim, disse, isso “não significa” que suas tropas venceram, afirmando que “a batalha continuará”.

Em seu discurso, também afirmou que as “explosões terroristas” na Europa “obrigaram os países ocidentais a mudarem suas posturas” sobre a guerra na Síria.

Além disso, Assad afirmou que que as Forças Armadas seguem realizando “avanço após outro” contra o terrorismo, o que é “objetivo e base de qualquer trabalho” do seu Exército. Assad elogiou o papel da Rússia, do Irã e do partido libanês Hezbollah, que “não pararam de apoiar com todas as possibilidades o Exército sírio” na sua luta contra o terrorismo.

Assad afirmou, entre aplausos dos presentes, que os inimigos do país não conseguiram atingir seus objetivos através do terrorismo e chamou a unir esforços para “construir o futuro da Síria sobre bases sólidas”. O presidente apontou que a economia no país entrou na “etapa de recuperação, ainda que de maneira lenta, mas segura”.

A guerra na Síria, que começou há mais de seis anos, custou US$ 226 bilhões para a economia do país e forçou mais de cinco milhões de civis a abandonar o território, tornando-se refugiados em muitos países do mundo.

Opera Mundi

Compartilhe: