Campinas se solidariza com a Venezuela

Solidariedade

A Frente Brasil Popular de Campinas, uma das primeiras sessões da FBP Nacional a ser organizada e atuando há dois anos (completados domingo dia 20 de agosto), organizou nesta segunda-feira, dia 21 de agosto, às 19h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, um ato-debate sobre o processo da revolução bolivariana da Venezuela, ao mesmo tempo que se solidarizou com o processo mudancista em curso. O evento contou com mais de 70 participantes, dirigentes de entidades e partidos e militantes e ativistas internacionalistas em geral.

Lejeune Mirhan *

Os debatedores

205cb898-ead8-4315-9aa7-3252acd5bbf3Convidados pela coordenação da FBP Campinas, vieram participar do debate dois especialistas em Venezuela. A primeira delas, a camarada Socorro Gomes, atual presidente do Conselho Mundial da Paz, entidade com sede em Atenas e que congrega mais de cem entidades nacionais de cem países dos cinco continentes. Socorro é professora e foi presidente do Cebrapaz e ex-deputada federal pelo PCdoB pelo Estado do Pará por três mandatos e integra o Comitê Central do Partido Comunista do Brasil. Esteve na Venezuela com o presidente Chávez e Maduro diversas vezes.

O outro debatedor, também ele, é profundo conhecedor do que ocorre na Venezuela desde 1998, é o jornalista Breno Altman, editor do portal Opera Mundi. Breno também esteve diversas vezes na Venezuela com Chávez e Maduro e produziu diversas reportagens, textos e livros sobre o tema da revolução bolivariana.

Um espectro político amplo

Ainda que o tema debatido não seja de fácil abordagem e de mobilização de militância para participar, as quase 80 pessoas presentes mostraram integral solidariedade ao processo da revolução bolivariana em curso na Venezuela, denunciando as tentativas de golpe por parte da oposição pró-Estados Unidos e por estes financiadas que apoiam a derrubada do governo constitucional de Nicolás Maduro e o funcionamento da Constituinte livre, soberana e democrática instaurada recentemente e que vem trabalhando a pleno vapor.

Fizeram-se presentes os presidentes dos três partidos que integram o comando da FBP Campinas, a saber: Durval de Carvalho, presidente do PT; Márcia Quintanilha, diretora do SINJOR/SP e presidente do PCdoB e Edson Dorta, presidente do PCO.

e73f1ca0-807d-4b6a-adad-7439acc9e8baEstiveram ainda no evento, dirigentes das duas principais centrais sindicais existentes e legalizadas no país, que são a CUT e a CTB, bem como seus sindicatos filiados como o dos Eletricitários, Construção Civil, Petroleiros, Trabalhadores em Pesquisa, Arquitetos, Professores da rede pública (Apeoesp), Trabalhadores em Saneamento, Médicos, Professores (setor privado) e APROPUCC. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino, a CONTEE estava presente. Estiveram ainda as entidades de mulheres, como a UBM e a Marcha Mundial, assim como as entidades de jovens como a UJS e a JPT. A Pastoral Operária, da Arquidiocese de Campinas fez-se presente.

PCdoB presente

O Partido Comunista do Brasil é fundador da FBP em plano nacional. Em Campinas está na linha de frente desde a sua constituição em 20 de agosto. Indica seus melhores quadros e militantes e orienta as direções das entidades em que atua na cidade para que fortaleçam a Frente. Foi exatamente nessa condição que a Frente Campinas já realizou mais de 70 plenárias gerais, organizou mais de 15 atos de rua, deu total apoio à maior greve geral da nossa história ocorrida em 28 de abril que parou Campinas em praticamente 100%.

Para este evento o Partido envidou esforços. Indicou para compor a mesa a camarada dirigente da UBM, Fernanda Ribeiro. Da sua direção municipal, além da presidente Márcia, estive presente com mais os camaradas Agildo, Walter e Arthur. Da sua militância de base estiveram presentes os camaradas Reginaldo Paiva (do Sindviários), Paulo Marcomini (anistiado), Rosângela Falzoni (bancária), Prof. Lanzone (do SINPRO), Profª Maria Clotilde (da CONTEE), Rory Chaim (da UJS), Prof. Rodney, Augusto Buonicore (historiador e servidor municipal) e Tatiane Vietro (pesquisadora). Os camaradas Rory, Fernanda, eu e Paulo Nobre (que não pode estar presente por reunião em sua escola), integramos a Operativa da Frente Campinas entre dez membros.

Uma grande iniciativa

Não só os palestrantes Breno como Socorro elogiaram a iniciativa da FBP Campinas pela convocação desse evento internacionalista de solidariedade e de discussão sobre a revolução bolivariana. Vários oradores que fizeram uso da palavra enfatizaram essa iniciativa.

O evento foi saudado não só do ponto de vista da solidariedade em si à revolução, mas fundamentalmente de aprofundamento do que ocorre na Venezuela e das consequências que podería decorrer se houvesse alguma intervenção militar por parte dos EUA ou mesmo algum golpe de estado internamente.

Foi deixado claro que a queda do governo popular e bolivariano da Venezuela acarretaria um profundo e grave retrocesso para todos os povos e países de nosso subcontinente sul-americano.

Foi indicado que deveríamos organizar mais debate dessa natureza.

b9612326-0df2-482d-8409-cdaaf1560b0bAssim, em nome da FBP Campinas, queremos deixar público nossos agradecimentos ao camarada Breno Altman, meu amigo jornalista de muitas décadas e à camarada Socorro Gomes, que muito orgulha nosso Partido, por ser um dos principais quadros internacionais do PCdoB, pelo esforço em virem para Campinas prestigiar nosso evento às suas próprias expensas pessoais. Um exemplo de militância e solidariedade. Muito obrigado.

* Sociólogo, professor universitário (aposentado), escritor e analista internacional. É um dos coordenadores da Frente Brasil Popular de Campinas, onde representa o PCdoB

Compartilhe: