China enfatiza papel central das Nações Unidas em assuntos internacionais

ONU

A China enfatizou na última terça-feira (26)  o papel central das Nações Unidas nos assuntos internacionais.

“Promover o desenvolvimento coordenado da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e apoiar a paz não serão alcançados sem a coordenação e promoção das Nações Unidas”, disse o representante permanente da China para as Nações Unidas, Liu Jieyi, em um diálogo de alto nível da Assembleia Geral sobre o desenvolvimento sustentável.

“Deveríamos continuar a avançar com os propósitos e princípios da Carta das Nações Unidas e respaldar firmemente a sua autoridade e papel nos assuntos internacionais”, disse.

Liu pediu por esforços conjuntos para construir um novo tipo de relações internacionais e um quadro de segurança, tendo como núcleo a cooperação de ganho mútuo.

Os países devem optar pelo diálogo em vez do confronto, abandonar a mentalidade de soma zero, resolver disputas através do diálogo e consulta, defender a autoridade da lei internacional e se abster de normas duplas, segundo Liu.

O representante chinês acrescentou que esforços deverão ser feitos na promoção do desenvolvimento inclusivo e equilibrado que beneficia todos.

“O desenvolvimento deverá ser a prioridade”, disse ele, acrescentando que a solução fundamental de problemas internacionais depende do desenvolvimento.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, destacou a importância de reconhecer as relações entre o desenvolvimento sustentável e a manutenção da paz em meio aos desafios globais incluindo a crescente desigualdade, conflitos prolongados e mudança climática.

“Precisamos de uma resposta global que aborde a causa fundamental dos conflitos, e integre a paz, o desenvolvimento sustentável e os direitos humanos de maneira holística – desde a concepção até a realização”, disse Guterres no diálogo de alto nível.

A Agenda 2030 foi adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro de 2015 como um plano para lidar com a pobreza, a desigualdade e outros desafios globais.

Diário do Poov on line

Compartilhe: