Delegação multipartidária (PCdoB, PT e PDT) inicia visita à China

Internacionalismo

Representantes das direções nacionais de três partidos da esquerda brasileira, Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Democrático Trabalhista (PDT), iniciaram neste domingo (17) uma visita à República Popular da China, a convite do Departamento Internacional do Partido Comunista da China (PCCh), que se estenderá até o dia 27. Representando o PCdoB, três dirigentes do Comitê Central: José Reinaldo, Nádia Campeão e Ronaldo Leite.

Segundo José Reinaldo, Secretário de Política e Relações Internacionais do PCdoB, “esta visita reforçará os laços de amizade e cooperação dos partidos da esquerda brasileira com o Partido Comunista da China (PCCh). O PCdoB, particularmente, desenvolve já há muitos anos tradicionais relações de amizade e cooperação baseadas no internacionalismo proletário, no respeito e entendimento das diversidades de situações enfrentadas e na não interferência nos assuntos internos de cada partido”.

José Reinaldo declarou ainda que “o PCdoB considera o socialismo chinês uma experiência extraordinária, que precisa ser observada pelos povos de todos os países, não como um modelo mas como fonte de inspiração para o desenvolvimento de seus lutas pela paz, pelo desenvolvimento, pelo progresso social em todo o mundo. Estamos particularmente satisfeitos, de realizar esta visita à China, às vésperas do 19º Congresso do PCCh que ocorrerá em outubro e para o qual o PCdoB fez uma mensagem de saudação que será entregue pelos representantes comunistas da delegação brasileira à alta direção do PCCh”.

O primeiro dia de trabalho

A delegação multipartidária (PT, PDT e PCdoB) teve nesta segunda-feira (18) seu primeiro dia de audiências e visitas na cidade de Zhuhai, onde foi recebida pelo dirigente do Comitê local do Partido Comunista da China e vice-prefeito, Zhu Qingqaio.

Situada ao sul do delta do Rio das Pérolas, na província de Guandong (Cantão), perto de Macao, Hong Kong, Zhuhai é uma próspera cidade de 1,7 milhão de habitantes, uma das primeiras zonas econômicas especiais, estabelecida como tal desde 1980.

Zgu Qingqaio explicou à delegação brasileira que ao longo das últimas três décadas, desde que se iniciou o processo de reforma e abertura, Zhuhai se desenvolveu vertiginosamente. Em 2016 – disse ele, o PIB cresceu 8,5%. O PIB per capita é de 20 mil dólares. O volume de negócios com o exterior não para de crescer, alcançando atualmente 275 bilhões de yuans.

Zhuhai se desenvolve como polo industrial, com indústrias de alta tecnologia e é avançada na área de serviços. É lá que está sediada a maior fábrica de ares-condicionados do mundo, a Gree, que tem uma de suas importantes filiais instalada no polo industrial de Manaus (AM). É também em Zhuhai que está instalada a indústria aeronáutica chinesa.

O vice-prefeito de Zhuhai contou aos brasileiros que a cidade está profundamente vinculada à nova estratégia de desenvolvimento proposta pelo governo central do país, que considera a cidade como o núcleo da margem oeste do delta do Rio das Pérolas.

Delta do Rio das Pérolas, em Cantão / Foto: José Reinaldo

Delta do Rio das Pérolas, em Cantão / Foto: José Reinaldo

Zhu Qingqaio disse ainda que através de um sistema de gigantescas pontes a cidade está ligada com Cantão, Hong Kong e Macao, tornando-se um pivô estratégico da iniciativa “um cinturão uma rota”, uma das principais alavancas do desenvolvimento chinês na atualidade.

O dirigente informou às delegações  dos partidos de esquerda do Brasil sobre a realização em outubro  próximo  do 19º  Congresso do Partido Comunista da China, que será um marco para um novo salto no avanço da construção do socialismo com características chinesas.

Falando em nome da delegação brasileira, o dirigente comunista José Reinaldo Carvalho agradeceu o convite e a calorosa acolhida na China e disse que todos estavam impressionados com o desenvolvimento da grande nação asiática. Expressou o ponto de vista comum a todos de solidariedade com o Partido Comunista da China, o governo chinês e seu povo nos esforços para construir o socialismo com as características chinesas.

A delegação brasileira, de acordo com Reinaldo, aprecia o papel que a China desempenha na cena internacional, defendendo a paz mundial e o desenvolvimento de todas as nações. O dirigente do PCdoB transmitiu os votos de sucesso ao Partido Comunista da China na realização de seu 19º congresso, “acontecimento de transcendental importância, não só para os comunistas e o povo chinês, mas também para toda a humanidade”.

Reinaldo destacou o papel do Partido Comunista Chinês na realização das grandes transformações por que passa o país, lembrando a esse respeito o histórico discurso pronunciado pelo secretário-geral Xi Jinping por ocasião 95° aniversário da fundação do Partido Comunista da China, no ano passado. E expressou os votos da delegação dos partidos da esquerda brasileira de êxitos na luta pela realização do “sonho chinês”.

O dirigente brasileiro afirmou que os partidos da esquerda brasileira estão na resistência e na luta em defesa dos direitos do povo brasileiro, da democracia e da soberania nacional, duramente atacados a partir do golpe de Estado do ano passado. Destacou que o ambiente político no Brasil é caracterizado pela instabilidade.

Finalizou dizendo que os três partidos representados na delegação apoiam o fortalecimento das relações amistosas e de parceria estratégica entre a China e o Brasil, pois isto corresponde aos anseios e interesses dos povos chinês e brasileiro.

O demais membros da delegação brasileira são: Jonas Paulo, Edinho Silva e Juçara Dutra, pelo PT, Brizola Neto, Augusto Lopes de Almeida, William Rodrigues e Marli Mendonça, representantes do PDT.

 

 

 

 

Compartilhe:
Leia Também