Governo bolivariano reafirma vontade de cooperar com todos os países

Venezuela

O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, afirmou neste sábado (19) que o governo bolivariano estimula o investimento internacional no país, no quadro da agenda econômica impulsionada pelo comandante Hugo Chávez.

Em reunião na Casa Amarela (sede da Chancelaria) com o corpo diplomático acreditado no país, Arreaza ratificou a disposição de seu país para trabalhar com todas as nações, sobre a base de uma cooperação respeitosa.

A propósito, indicou que sob este preceito todos os países têm a oportunidade e o direito de participar o desenvolvimento da nação sul-americana.

Arreaza manifestou que, com a colaboração internacional, os venezuelanos poderão superar de forma definitiva e estrutural o modelo monoprodutor petroleiro e rentista que limitou a economia.

Também explicou que devido a esse padrão se produziu o abandono de atividades tradicionais como a agricultura.

Portanto, reiterou a vontade da Venezuela de voltar a impulsionar uma agenda de cooperação internacional, inclusive com aqueles países cujos governos atacaram recentemente a democracia da nação.

Na véspera, o chanceler venezuelano, em encontro denominado Aliança Internacional para uma Venezuela Produtiva, confirmou os objetivos de seu governo de forjar vínculos comerciais com todos os países, sem descartar “os governos que entraram em dinâmicas que não favorecem as relações com nosso país”, disse.

Perante representantes das câmaras de comércio binacionais reunidos na Casa Amarela, Arreaza assegurou que mediante ações concretas é possível “mudar essas más vontades para com a Venezuela”.

Resistência, com Prensa Latina

Compartilhe: