Maduro: ‘O mundo inteiro está convocado à jornada pela paz e a soberania, em solidariedade com a Venezuela’

Internacionalismo

A Venezuela convocou para 16 e 17 de setembro próximo uma grande reunião de solidariedade em face das ameaças de agressão por parte do imperialismo estadunidense.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, se reuniu com os representantes de movimientos políticos e sociais de diversas latitudes que participaram neste sábado em Caracas da reunião preparatória da Cúpula de Solidariedade Mundial com a Venezuela, que será rfealizada em 16 e 17 de setembro, para rechaçar os ataques perpetrados contra o país pelo poder econômico imperial.

“Estamos finalizando a reunão preparatória da grande jornada de solidariedade, amor e apoio ao povo da Venezuela. Companheiros de todo o mundo, de toda a América, Caribe, Estados Unidos, e Europa, estão aqui presentes e lhes agradecemos. Encontramo-nos em 16 e 17 de setembro. Todo o mundo está convidado à jornada de diálogo, paz e soberania com o povo da Venezuela”, disse o mandatário, em um vídeo difundido através de sua conta no Twitter, @NicolasMaduro.

No salão Sucre da Casa Amarela, sede da Chancelaria, onde se realizou a reunião, o chefe de Estado venezuelano destacou a importância da integração dos países em repúdio às pretensões de dominación do poder imperial.

“Estamos sendo ameaçados como nunca antes pelo império do norte. Os supremacistas que governam os Estados Unidos ameaçaram a Venezuela com sanções, perseguição financeira a ameaça militar, e temos um só destino: a solidariedade e a vitória”, afirmou.

Resistência, com Agência Venezuelana de Notícias

Compartilhe: