Militares venezuelanos preparam plano de Defesa Nacional e propõem aprofundar a via socialista

Venezuela

O ministro da Defesa Padrino López

O vice-presidente venezuelano de Segurança e Soberania Política e também ministro da Defesa, Vladimir Padrino López, declarou que a Força Armada Nacional Bolivariana (Fanb) assumiu a tarefa de apresentar propostas para fortalecer o Plano da Patria 2019 – 2025, sob o critério de aprofundar o socialismo como a única via para fortalecer a democracia venezuelana.

Em declarações transmitidas pelo canal Venezuelana de Televisão, no Forte Tiuna, em Caracas, onde foram debatidas neste sábado (20) propostas para o novo programa da nação, o ministro da Defesa afirmou que a discussão foi iniciada sob o conceito da descolonização, “tomando em conta a agressão imperial, fator que tem impactado nos últimos años, para perturbar a tranquilidade e o sossego dos venezuelanos”.

Parino López também detalhou que nos próximos dias os debates continuarão no Estado Maior Superior da Força Armada Nacional Bolivariana. “Estaremos em breve entregando nossas propostas para um Plano [de defesa] da Pátria”, disse.

O chefe das forças armadas venezuelanas assegurou que em qualquer quartel que se visite, o que se observa é a moral, disposição, capacidade combativa de cada uma das unidades operativas, para cumprir as tarefas que a Constituição determina.

Por sua parte, o comandante do Comando Estratégico Operacional da Força Armada Nacional Bolivariana (Ceofanb), Remigio Ceballos, presente na discussão, afirmou que “há uma luta cruel contra o povo venezuelano, e nestes momentos se requer mais do que nunca uma Força Armada Nacional preparada, e nesse sentido temos proposto que através da Assembleia Nacional Constituinte se planifique a ação para fortalecer as medidas jurídicas contra todo tipo de ações amealadoras”.

Resistência, com Agência Venezuelana de Notícias

Compartilhe: