Na Venezuela classe trabalhadora comemorará o centenário da Revolução de Outubro com grande marcha  

Revolução Bolivariana

Foto: Ricardo Herdénez-AVN

Em 7 de novembro, ocorrerá em Caracas uma grande marcha de trabalhadores, camponeses e outros setores sociais, como parte da celebração na Venezuela do 100º aniversário da Revolução de Outubro. 

Com essa mobilização, serão homenageados os camponeses e operários que, liderados por Vladimir Lenin, conseguiram, em 1917, derrubar o regime czarista e, mais tarde, a vitória sobre os anti-bolcheviques, apoiados por grandes potências estrangeiras, declararam nessa segunda feira (23) membros da Comissão Presidencial para a Comemoração do Centenário da Revolução Bolchevique. 

Em uma coletiva de imprensa na Casa da História Insurgente, em Caracas, liderada pelo Ministro da Comunicação e Informação, Ernesto Villegas; a Ministra da Cultura, Alejandrina Reyes; o historiador venezuelano Pedro Calzadilla, a constituinte María León, entre outros, informou-se que a marcha também expressará a rejeição do povo venezuelano às medidas econômicas unilaterais impostas pelos países imperialistas para desestabilizar a economia nacional; bem como as manobras intervencionistas das potências estrangeiras. 

A agenda da celebração, que será realizada de 5 a 19 de novembro, inclui também uma série de fóruns, simpósios, debates, ciclo sinfônico soviético, encenação de obras musicais, mostra cinematográfica dos 100 anos da Revolução e um ato político central, em homenagem aos fundadores do socialismo na Venezuela. 

Do mesmo modo, será realizado o Colóquio Internacional: História, Atualidade e Desafios do Socialismo, um excelente concerto da Canção Política, a inauguração da Feira Internacional do Livro da Venezuela (Filven) e o Festival Mundial de Poesia, entre outras atividades. 

Foto arquivo Ricardo Herdénez, AVN, tradução de Maria Helena de Eugênia para o Resistência 

Compartilhe: