Oposição hondurenha pede recontagem de votos ou segundo turno eleitoral

Honduras

Salvador Nasralla

O candidato presidencial pela Aliança de Oposição contra a Ditadura, Salvador Nasralla, propôs nesta terça-feira (5) ao controvertido Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) de Honduras que faça revisão do total das atas ou que realize um segundo turno.

Sugiro ao tribunal eleitoral que revise as 18.103 atas incluindo o cotejamento de assinaturas e a recontagem de votos para que todo mundo seja contemplado, disse Nasralla através de sua conta no Twitter.

‘Se não estão de acordo, então vamos a um segundo turno entre JOH (sigla como é conhecido o presidente e candidato à reeleição, Juan Orlando Hernández) e Salvador Nasralla que, segundo o povo, ganhou”, acrescentou Nasralla.

Contudo, a Constituição de Honduras não contempla a figura de um segundo turno eleitoral e ganha o candidato que obtenha a maior quantidade de votos.

Por outro lado, Nasralla indicou que o TSE se nega a considerar os livretos das votações para cotejar as atas e assegurou que esses documentos ‘estão todos violados’.

Eu ganhei, tenho o povo a meu favor, a Polícia e o Exército, sublinhou o candidato opositor em declarações a uma rádio local.

Nasralla denunciou em diversos espaços que Orlando Hernandez pretende dar um golpe eleitoral em cumplicidade com o TSE, o qual até o mais recente boletim dá a vitória ao atual presidente com pouco mais de um ponto percentual. Mas o resultado ainda não foi oficialmente proclamado.

Observadores eleitorais locais e internacionais expressaram suas dúvidas e inquietações pelas irregularidades registradas na contagem dos votos das eleições gerais, realizadas em 26 de novembro último.

Há mais de uma semana, os hondurenhos ainda desconhecem quem será o novo presidente durante os próximos quatro anos, enquanto os protestos se mantêm em todo o país diante das denúncias de roubo eleitoral contra Nasralla.

Igualmente, o coordenador da Aliança de Oposição, o ex-presidente Manuel Zelaya, disse que todo o sistema do TSE está contaminado e que há inúmeras provbas disso.

Resistência, com Prensa Latina

Compartilhe: