Partido Popular Palestino e Partido Comunista de Israel lançam apelo conjunto

Luta palestina

“Os EUA são parte do problema, não a solução” 

Nesta terça-feira (12) o Partido Popular Palestino e o Partido Comunista de Israel lançaram um apelo conjunto onde chamam “todos os Partidos Comunistas e de Trabalhadores em todo o mundo e todas as forças progressistas e democráticas a intensificar a luta contra a ocupação israelense e ampliar a solidariedade com o povo palestino”. Leia, abaixo, a íntegra. 

Apelo Conjunto do PPP e do PCI 

cartappppciO Partido Popular Palestino e o Partido Comunista de Israel condenam severamente a decisão do presidente estadunidense Donald Trump, de 6 de dezembro de 2017, sobre Jerusalém, que constitui um flagrante ataque aos direitos do povo palestino e um golpe claro contra os requisitos para uma paz justa, baseados nas resoluções da ONU, adotadas pela maioria dos países e a vasta maioria dos povos em todo o mundo. 

A política estadunidense de apoio à ocupação israelense dos Territórios Palestinos Ocupados desde 1967 só levará ao caos e à instabilidade na região e no mundo. Na verdade, ela certifica que os EUA são parte do problema, não a solução. Não há outra solução que não o fim da ocupação e o cumprimento do direito do povo palestino à autodeterminação, o estabelecimento do Estado palestino independente, com Jerusalém Oriental como sua capital e a solução da questão dos refugiados, com base na resolução 194 da ONU. 

Essa decisão nega completamente e contradiz toda a legislação internacional, resoluções do Conselho de Segurança e o consenso internacional que considera Jerusalém um território ocupado. Isso nos obriga a fazer mais esforços para isolar essa política e confrontá-la para derrubar essa decisão da agenda da comunidade internacional. 

Essa aliança tripartite entre o imperialismo global liderado pelos EUA, o sionismo representado pelo governo das colônias e da anexação, e as forças árabes reacionárias, é uma aliança hostil aos direitos nacionais, históricos e que não são objeto de troca, do povo palestino. O fracasso dos planos dessa aliança na região – especialmente na Síria e no Iêmen – a leva a pressionar o lado palestino e extorquir a liderança palestina, através do que chamam de “acordo do século”. 

Para confrontar essa aliança, precisamos fortalecer e ampliar a Solidariedade Internacional com a causa palestina e o povo palestino e intensificar a pressão sobre o Governo da Ocupação. O PPP e o PCI instam a todos os Partidos Comunistas e de Trabalhadores em todo o mundo e todas as forças progressistas e democráticas a intensificar a luta contra a ocupação israelense e ampliar a solidariedade com o povo palestino e seus direitos legítimos, por uma paz justa e final na região, com base no respeito às liberdades e à independência dos povos. 

12/12/2017 

Tradução: Moara Crivelente 

 

Compartilhe: