PCdoB: Nas eleições venezuelanas povo derrotou as ameaças e o terrorismo

Nota

Maduro festeja a vitória: "Triunfou a paz, a pátria grande, a Venezuela bolivariana e chavista" / Foto: AVN

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) divulgou nesta segunda-feira (16) uma nota, assinada pelo Secretário de Política e Relações Internacionais do Partido, sobre o resultado das eleições regionais na Venezuela. Leia, abaixo, a íntegra.

Nas eleições venezuelanas povo derrotou as ameaças e o terrorismo

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) saúda de forma entusiástica a significativa vitória da revolução bolivariana nas eleições estaduais deste domingo (15).

Como declarou o presidente da Bolívia, Evo Morales, ao saudar a vitória do chavismo: “a democracia ganhou da intervenção e da conspiração.”

Diante das ameaças e sanções do imperialismo, diante do terrorismo da direita, o povo venezuelano deu uma contundente resposta aos inimigos da democracia popular: o Gran Polo Patriótico venceu em 18 dos 23 estados. Mesmo em Miranda, importante estado governado pela oposição, o autodenominado Movimento da Unidade Democrática (MUD), direitista, foi derrotado.

Isso revela o elevado grau de consciência política dos eleitores da República Bolivariana da Venezuela, que mesmo diante das inúmeras dificuldades econômicas vividas em seu dia a dia, compreenderam que grande parte da crise é causada intencionalmente por uma elite profundamente reacionária e subordinada ao imperialismo estadunidense.

O silêncio da mídia hegemônica brasileira diante da vitória de Nicolás Maduro mostra que a burguesia, atônita, ainda está construindo um discurso alternativo diante da inesperada e, para eles, constrangedora, vitória das forças populares. O que dizer diante da participação de 61% do eleitorado em um país onde o voto não é obrigatório? O que dizer das previsões triunfalistas que esta mesma mídia empresarial divulgava, dias antes, garantido que a oposição ganharia na maioria dos estados e nos mais importantes?

A vitória da democracia venezuelana é poderoso estímulo à luta das forças progressistas da América Latina. Mostra mais uma vez que o imperialismo não é invencível. Por outro lado, não pode fazer arrefecer em nada a militância da solidariedade para com a revolução bolivariana, pois o que a história já nos ensinou por diversas vezes é o total descompromisso da burguesia com a legalidade democrática e a tendência a recorrer a métodos abertamente fascistas diante de derrotas que a desmoralizam.

Assim, o PCdoB, ao mesmo tempo em que celebra a importante vitória eleitoral do chavismo, conclama as correntes democráticas e populares a intensificarem a defesa ativa da revolução bolivariana, que sai destas eleições indubitavelmente mais forte para os novos embates.

Viva a democracia bolivariana!

Viva o povo Venezuelano!

José Reinaldo Carvalho

Secretário de Política e Relações Internacionais do PCdoB

Compartilhe: