Presidente chinês quer fortalecer laços militares com EUA

Relações China-EUA

O presidente Xi Jinping desejou na quinta-feira (17) que as relações militares se tornem um estabilizador importante nos laços entre a China e os Estados Unidos.

Xi fez o comentário ao receber no Grande Palácio do Povo o presidente do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, Joseph Dunford.

Dunford é o primeiro funcionário militar norte-americano de alto escalão que visita a China desde que o presidente Donald Trump tomou posse.

Xi, que também é o presidente da Comissão Militar Central, afirmou que, apesar de curta, a visita é bastante abrangente, o que mostra que as relações militares bilaterais têm obtido avanços substanciais.

O presidente chinês elogiou os novos progressos nas relações entre as duas forças armadas, tais como um diálogo fortalecido em todos os níveis e melhores mecanismos de construção da confiança militar, além de uma cooperação mais profunda.

Durante a visita de Dunford, os dois exércitos assinaram o marco para construir um mecanismo de comunicação para seus departamentos de Estado Maior Conjunto, o que, segundo Xi, terá um papel positivo no impulso das relações bilaterais.

Xi espera que as duas forças armadas possam aproveitar os mecanismos e as plataformas de cooperação existentes para promover suas relações.

A China está disposta a fazer esforços com os Estados Unidos para mostrar respeito mútuo, concentrar-se na cooperação e acumular mais resultados frutíferos que beneficiem os povos dos dois países, disse Xi.

Países de grande influência na região e no mundo e as duas maiores economias do mundo, a China e os Estados Unidos têm a importante responsabilidade de salvaguardar a paz e a estabilidade do mundo e de promover o desenvolvimento e a prosperidade globais, acrescentou Xi.

A direção geral das relações bilaterais não só tem a ver com os interesses fundamentais das duas nações e de seus povos, como também afeta profundamente a situação estratégica internacional, acrescentou.

“O presidente Trump e eu damos grande importância às relações sino-norte-americanas e desejamos promover ativamente o desenvolvimento contínuo dos laços bilaterais”, disse Xi.

O líder chinês indicou que Estados Unidos prósperos beneficiarão a China e que uma China em crescimento também é benéfica para os interesses dos Estados Unidos.

Apesar de alguns altos e baixos no desenvolvimento das relações bilaterais, um arco-íris surge depois do vento e da chuva, assinalou Xi.

O presidente chinês expressou o desejo de que as duas partes possam mostrar mutuamente sinceridade e boa vontade, manter comunicações estreitas, abordar adequadamente as disputas e colaborar na conformação de um futuro melhor.

Dunford transmitiu as saudações de Trump a Xi, dizendo que espera visitar a China este ano.

Afirmou que com a liderança firme dos dois chefes de Estado, as relações militares bilaterais obtiveram um progresso positivo e que as duas forças armadas têm uma relação amadurecida.

Segundo o chefe do Estado Maior Conjunto, os Estados Unidos estão comprometidos a realizar um diálogo sincero e profissional com a China no âmbito militar.

Dunford espera que ambas as partes possam ampliar os intercâmbios e a cooperação, melhorar o controle de riscos e aumentar a confiança mútua para promover de maneira conjunta o desenvolvimento estável dos laços militares bilaterais.

Xi pediu que Dunford transmita suas saudações a Trump e deu as boas-vindas à visita dele a Pequim neste ano.

Dunford também se reuniu com o conselheiro de Estado Yang Jiechi; com o chefe do Departamento do Estado Maior Conjunto da Comissão Militar Central, Fang Fenghui; e com o vice-presidente da Comissão, Fan Changlong.

Fonte: Xinhua (agência noticiosa chinesa em língua portuguesa)

Compartilhe: