Xi e Putin discutem laços bilaterais e desenvolvimento da Organização de Cooperação de Shanghai

Geopolítica

O presidente chinês Xi Jinping (e) reúne-se com o presidente russo Vladimir Putin em Astana, Cazaquistão / Foto: Xinhua/Lan Hongguang

O presidente chinês Xi Jinping e seu homólogo russo, Vladimir Putin, prometeram nesta quinta-feira (9), em Astana, promover os laços bilaterais e o papel da Organização de Cooperação de Shanghai (OCS).

Os dois chefes de Estado se reuniram antes da 17ª Cúpula da OCS em Astana.

Observando que a OCS está enfrentando novas oportunidades e desafios para o desenvolvimento, Xi disse que a China e a Rússia devem fortalecer a comunicação e a coordenação, observar firmemente o “Espírito de Shanghai”, fortalecer a solidariedade entre os membros da OCS, manter a segurança e estabilidade regionais, e promover a cooperação pragmática, para promover constantemente a influência da OCS nos assuntos internacionais e regionais.

Xi pediu à OCS que desempenhe um maior papel no processo de paz e reconciliação do Afeganistão, acrescentando que a China assumirá a presidência rotativa da OCS depois da cúpula de Astana e está disposta a manter comunicação e coordenação estreitas com todas as partes, incluindo Rússia, para alcançar maior desenvolvimento para a OCS.

Durante sua reunião no âmbito do Fórum do “Um Cinturão e Uma Rota para Cooperação Internacional”, realizada em Pequim no mês passado, os dois líderes atingiram um importante consenso para manter a parceria estratégica abrangente de coordenação de alto nível entre os dois países e promover a cooperação integral, segundo o presidente chinês.

Sob o atual contexto internacional complexo, os laços firmes China-Rússia são de grande significado para o desenvolvimento e revitalização dos dois países, assim como para a paz e a estabilidade do mundo, disse Xi.

Os dois países devem fortalecer seu apoio mútuo nos assuntos relacionados com os interesses essenciais de cada um, disse Xi, pedindo mais avanços no alinhamento da construção do projeto Um Cinturão e Uma Rota com a União Econômica Eurasiática (UEE).

O presidente chinês também pediu aos dois países que aprofundem intercâmbios culturais e entre pessoas e fortaleçam a coordenação e a cooperação em assuntos internacionais e regionais.

Por sua parte, Putin disse que é de grande significado para a Rússia e a China manterem frequentes interações de alto nível.

Ele pediu aos dois lados que aumentem sua comunicação e coordenação em um esforço para manter a paz, a estabilidade e a segurança na região e no mundo.

A Rússia e a China devem trabalhar juntos com todos os lados envolvidos para impulsionar a unidade e a coordenação entre os membros da OCS, com o fim de promover a influência da organização nos assuntos internacionais, disse Putin.

Ao reiterar sua congratulação pelo sucesso do Fórum do projeto Um Cinturão e Uma Rota para Cooperação Internacional, o presidente russo disse que a Iniciativa do Cinturão e Rota ganhou apoio extenso na comunidade internacional.

Os dois chefes de Estado também trocaram opiniões sobre a situação no Afeganistão e na Península Coreana, assim como outras questões internacionais e regionais.

Fonte: Agência Xinhua

 

Compartilhe: